Outras Edições

Em destaque Japão

Fuzileiro dos EUA morre e 5 continuam desaparecidos após colisão aérea no Japão

O acidente ocorreu durante um exercício de reabastecimento aéreo

Crédito: Reuters - 07/12/2018 - Sexta, 09:48h

Tóquio - Um dos fuzileiros navais norte-americanos resgatados depois que duas aeronaves do Corpo de Fuzileiros Navais dos EUA colidiram em pleno ar e caíram no mar no litoral do Japão foi declarado morto, disseram autoridades norte-americanas na quinta-feira.

“Um dos fuzileiros navais resgatados está em condições estáveis e o outro foi declarado morto por equipe médica competente”, disse o Corpo de Fuzileiros Navais em comunicado, acrescentando que as operações de busca e resgate pelos cinco fuzileiros ainda desaparecidos continuam em andamento.

O acidente ocorreu durante um exercício de reabastecimento aéreo na madrugada de quinta-feira, por volta das 2h, disseram autoridades japonesas e norte-americanas.

O Ministério da Defesa do Japão disse que até agora suas forças marítimas encontraram dois dos sete fuzileiros navais que estavam a bordo das aeronaves —um caça F/A-18 Hornet e um Hercules KC-130— no momento do incidente.

Um se encontra estável na Estação Aérea do Corpo de Fuzileiros Navais de Iwakuni (Yamaguchi).

Os esforços de busca e resgate dos outros cinco prosseguem, disse a autoridade militar mais graduada do Japão

O incidente se soma a uma lista crescente de acidentes da aviação militar dos EUA em todo o mundo nos últimos anos que levou o Congresso a realizar audiências para examinar esse aumento.

No início deste ano o Military Times noticiou que os acidentes aéreos cresceram quase 40 por cento entre os anos fiscais de 2013 e 2017. Ao menos 133 efetivos morreram nestes incidentes, disse.

Líderes do Congresso classificaram o surto de acidentes como uma “crise” e os atribuíram a operações de combate constantes, o adiamento da modernização, a falta de treinamento e equipamentos obsoletos.

Os acidentes militares dos EUA são um tópico delicado no Japão, especialmente para os moradores de Okinawa, região do sul que abriga a maior parte da presença norte-americana no país. Uma série de pousos de emergência e a queda de peças de aeronaves militares ressaltaram as preocupações com a segurança.

Pessoas presentes na sala de espera de um hospital de Tóquio ficaram em silêncio quando a notícia da colisão apareceu na televisão, e uma mulher sussurrou a outra “isso é muito assustador”.

“O incidente é lamentável, mas nosso foco no momento é busca e resgate”, disse o ministro da Defesa japonês, Takeshi Iwaya, em uma coletiva de imprensa.

Foto: Reuters
Caça do modelo F/A-18 Hornet pousa no mar do sul da China
Compartilhe
Comentários
1 ano
26 edições
= 4.500 ienes
ASSINE A
REVISTA
RECEBA SEM SAIR DE CASA
PARTICIPE DE TODAS AS NOSSAS PROMOÇÕES
qr code alternativa
Telefone
050-6860-3660
Fax
03-6383-4019
Nippaku Yuai Co., Ltd.
〒151-0072
Tokyo-to Shibuya-ku Hatagaya 1-8-3
Vort Hatagaya 8F