Outras Edições

Em destaque Comunidade

Japão pretende dar visto permanente a estrangeiros que adquirirem habilidades no trabalho

Trabalhadores seriam submetidos a provas e entrevistas em duas etapas

Crédito: Redação - 11/10/2018 - Quinta, 14:48h

Tóquio - O projeto do governo japonês que prevê a entrada de mais trabalhadores estrangeiros a partir de 2019 ganhou um formato mais definido após a divulgação de novas regras na quarta-feira (10), informou o jornal Yomiuri.

Segundo o projeto, que deverá ser votado no Parlamento ainda este mês, os estrangeiros poderão trabalhar no Japão por cinco anos, prorrogável para 10 anos. Mas aqueles que adquirirem habilidades em sua área de atuação terão direito a visto permanente, com a possibilidade de trazer a família para morar junto no país.

Para adquirir o visto permanente, os estrangeiros serão submetidos a provas e entrevistas em duas etapas: a primeira depois dos primeiros cinco anos, para ganhar a prorrogação para mais cinco anos, e a segunda quando passar o período de 10 anos.

A obtenção de habilidades vai depender do esforço de cada estrangeiro para estudar, fazer cursos nos dias de folga ou aprender técnicas no próprio local de trabalho.

A previsão é de que venham ao Japão 500 mil estrangeiros até 2025 graças à flexibilização de requisitos de entrada e de residência para trabalhadores sem qualificação.

A chegada de mais trabalhadores vem num momento em que há crescente encarecimento da mão de obra e o contínuo envelhecimento da população, somado ao baixo índice de natalidade.

O governo está considerando a abertura de mais de 10 campos de trabalho para estrangeiros não-qualificados, incluindo agricultura, silvicultura, pesca, construção, cuidados a idosos, hotelaria e alimentação (restaurantes).

A aceitação de mais trabalhadores estrangeiros em áreas onde o Japão está enfrentando escassez de mão de obra foi apoiada por 47 por cento das 1.005 empresas entrevistadas em uma pesquisa do jornal Mainichi realizada por telefone entre os dias 6 e 7 de outubro. Trinta e dois por cento foram contra a ideia, enquanto 22 por cento optaram por não responder à pergunta.

As opiniões estavam divididas quanto a permitir ou não que esses estrangeiros ficassem no Japão por um período ilimitado de tempo. Enquanto 40% apoiaram a ideia de um limite de tempo irrestrito, 38% foram contra. Os 21 por cento restantes não responderam.

"No geral, as empresas japonesas continuam cautelosas em aceitar trabalhadores estrangeiros", disse Yoshiyuki Suimon, economista sênior da Nomura Securities.

“Eles estão conscientes da necessidade de aceitar imigrantes no longo prazo, mas por enquanto estão tentando lidar com a escassez de mão de obra através do investimento em automação e tecnologia. Restaurantes e varejistas também estão fazendo uso ativo de estudantes estrangeiros que têm permissão para trabalhar 28 horas por semana", disse ele.

Foto: Reuters
Compartilhe
Comentários

2110 vagas disponíveis em todo o Japão

1 ano
26 edições
= 4.500 ienes
ASSINE A
REVISTA
RECEBA SEM SAIR DE CASA
PARTICIPE DE TODAS AS NOSSAS PROMOÇÕES
qr code alternativa
Telefone
050-6860-3660
Fax
03-6383-4019
Nippaku Yuai Co., Ltd.
〒151-0072
Tokyo-to Shibuya-ku Hatagaya 1-8-3
Vort Hatagaya 8F