Outras Edições

Em destaque Japão

Chuva deixa 44 mortos e 50 desaparecidos no Japão; 8,6 milhões recebem ordem de refúgio

Províncias ao oeste do país estão registrando desmoronamentos e inundações

Crédito: Ana Laura Kawabe/Alternativa - 07/07/2018 - Sábado, 19:10h
Tóquio – Os danos provocados pela chuva histórica que assolou a região oeste (nishi) do Japão não param de aumentar.

Até o fim da tarde deste sábado (7), a emissora NHK informou que as províncias da região já registraram um total de 44 mortes, 50 desaparecimentos e ordem de refúgio para mais de 8,6 milhões de pessoas, devido aos riscos elevados de desabamentos e inundações.

Há ainda cinco pessoas em estado grave, internadas em coma após sofrerem algum dano provocado pelas chuvas.

As mortes foram registradas em 11 províncias. A ordem de refúgio foi emitida para moradores de 23 províncias, principalmente nas regiões montanhosas, onde há risco de desabamentos e nos distritos residenciais próximos aos rios.

Há informações de deslizamentos de terra e inundações constantes, principalmente na região de Chugoku.

Vários deslizamentos foram registrados em Hiroshima. Na cidade de Higashi-hiroshima, houve duas mortes e há pelo menos 12 desaparecidos. Nas cidades de Hiroshima, Mihara e Takehara, na mesma província, há outros relatos de mortos e desaparecidos.

Na cidade de Kurashiki em Okayama, a barreira do rio Oda cedeu e inundações de grandes proporções estão sendo registradas. As autoridades locais ainda não conseguiram verificar a real situação e os danos podem aumentar nas próximas horas, com mais mortes, desaparecidos e pessoas ilhadas.

O rio Hiji, na cidade de Seiyo (Ehime), transbordou e pelo menos cinco pessoas morreram. Em Matsuyama, capital da província, houve deslizamento de terra sobre uma residência, provocando a morte de uma mulher na faixa de 30 anos e suas duas filhas, em idade de escola primária (shougakusei).

A Agência de Administração de Incêndios e Desastres (FDMA, em inglês), informou que houve ordem de refúgio para 2,38 milhões de pessoas em Fukuoka, 2,36 milhões em Hiroshima, 790 mil em Hyogo, 660 mil em Ehime e 620 mil moradores de Quioto. 

Há 42 mil pessoas refugiadas, incluindo 17 mil em Hiroshima.

A Agência de Meteorologia do Japão (JMA, em inglês), informou que uma vez em algumas décadas um alerta raro, especial para chuvas intensas, é emitido. Este alerta foi emitido entre a sexta-feira (6) e este sábado em nove províncias.

Por volta das 18h deste sábado, o alerta foi retirado em Hiroshima, Okayama, Tottori, Fukuoka, Saga e Nagasaki, mas permanece em Gifu, Quioto e Hyogo.

Foto: Reprodução/NHK
Chuvas históricas provocaram desastres na região oeste do Japão
Compartilhe
Comentários
1 ano
26 edições
= 4.500 ienes
ASSINE A
REVISTA
RECEBA SEM SAIR DE CASA
PARTICIPE DE TODAS AS NOSSAS PROMOÇÕES
qr code alternativa
Telefone
050-6860-3660
Fax
03-6383-4019
Nippaku Yuai Co., Ltd.
〒151-0072
Tokyo-to Shibuya-ku Hatagaya 1-8-3
Vort Hatagaya 8F