Outras Edições

Em destaque Comunidade

Bolsonaro discursa em Hamamatsu e diz que "mulher tem que ter pistola em casa"

Deputado federal e pré-candidato à presidência está em missão pela Ásia

Crédito: Osny Arashiro/Alternativa - 25/02/2018 - Domingo, 21:20h

Hamamatsu – O deputado federal Jair Bolsonaro (PSL-RJ) e uma comitiva de cinco parlamentares e dois professores estiveram em Hamamatsu (Shizuoka) neste domingo (25) para um encontro com a comunidade. O evento foi promovido pela Promotion Brasil, juntamente com a UniExcellence Japan e Yorokonde Business Partner, reunindo cerca de 350 pessoas no restaurante Servitu.

O cônsul do Brasil em Hamamatsu, Ernesto Otto Rubarth, compareceu até a principal estação da cidade para dar as boas vindas ao deputado e sua comitiva, em missão na Ásia (Japão, Coreia do Sul, Taiwan/Taipé). 

Nas catracas da estação, a comitiva de parlamentares foi recepcionada por brasileiros que aplaudiram o deputado aos gritos de "mito". Não faltaram selfies e Bolsonaro até ganhou de um simpatizante um chapéu de casca de bambu.

Assim foi a recepção durante o percurso de 300 metros da estação até o restaurante, onde outra parte da multidão aguardava a chegada da comitiva para um encontro com a comunidade.

Antes de iniciar seu discurso, Bolsonaro pediu licença e bateu continência para a bandeira japonesa no palco e disse: "minha saudação a esse extraordinário país chamado Japão". 

"Mas quando olhamos para o nosso Brasil, vemos que temos tudo, riquezas minerais, biodiversidade, energia hidraulica, eólica, solar, costas maravilhosas, mas temos uma classe política lamentável", afirmou o deputado. 

Bolsonaro falou sobre corrupção, reforma tributária e trabalhista do Brasil, o país onde "o salário é muito para quem paga, mas pouco para quem recebe". Alertou ainda que "a China está comprando terras agricultáveis do Brasil e isso é preocupante porque a nossa segurança alimentar brevemente estará nas mãos dos estrangeiros". "Não quero brigar com país nenhum nem impedir o comércio, mas não podemos vender o Brasil", disse. 

O deputado ressaltou a riqueza que a exploração do nióbio pode trazer, podendo "tirar o Brasil desse estado mórbido no tocante a economia, no caso de fazermos uma parceria com o Japão". 

No setor da segurança, questionou se "a mulher vai querer aquela palhaçada da Lei do Feminicídio?"

"Tem que ter uma pistola em casa! O vagabundo quando quer fazer uma maldade para uma mulher já sabe que ele está errado, mas se a mulher tiver uma arma em casa ele não vai fazer besteira", disse.

Eduardo Bolsonaro, deputado federal e terceiro filho do Jair Bolsonaro, também fez uso da palavra e disse que "este ano o povo vai dizer de fato que quer afastar a corrupção, porque a eleição não vai ser entre direita e esquerda, vai ser entre quem roubou e não roubou".

Após a palestra, o público que pagou 5 mil ienes permaneceu no recinto e pôde almoçar com a comitiva e interagir com os parlamentares. 

No caminho de volta até a estação, a comitiva novamente foi seguida pelos simpatizantes. O grupo embarcou no trem bala das 14h11 com destino a Tóquio, de onde se dirigiram para Oizumi (Gunma), onde um outro encontro com a comunidade estava agendado. 

Foto Osny Arashiro/Alternativa
Jair Bolsonaro, pré-candidato à presidência do Brasil, durante discurso em Hamamatsu ao lado do deputado Luiz Nishimori (PR-PR)

Compartilhe
Comentários
1 ano
26 edições
= 4.500 ienes
ASSINE A
REVISTA
RECEBA SEM SAIR DE CASA
PARTICIPE DE TODAS AS NOSSAS PROMOÇÕES
qr code alternativa
Telefone
050-6860-3660
Fax
03-6383-4019
Nippaku Yuai Co., Ltd.
〒151-0072
Tokyo-to Shibuya-ku Hatagaya 1-8-3
Vort Hatagaya 8F