Outras Edições

Em destaque Esportes

Fifa aprova expansão da Copa do Mundo para 48 seleções a partir de 2026

Novo formato terá uma primeira rodada de 16 grupos com três equipes

Crédito: Reuters - 11/01/2017 - Quarta, 09:10h

 

Zurique - A Fifa aprovou em votação nesta terça-feira a expansão da Copa do Mundo para 48 seleções, ante 32 atualmente, ignorando preocupações de que o aumento no número de times reduziria o padrão de qualidade da competição e a tornaria grande demais e difícil de ser organizada.


O presidente da Fifa, Gianni Infantino, cumpriu uma promessa feita durante a campanha eleitoral do ano passado, dizendo que a medida significa que “mais times poderão participar e muitos mais terão a chance de sonhar”.


As 211 associações filiadas à Fifa possuem um voto cada na eleição presidencial, e 135 delas nunca jogaram em uma Copa do Mundo. Assim, a expansão do torneio sempre teve certo apelo.


O novo formato, a ser iniciado em 2026, terá uma primeira rodada de 16 grupos com três equipes, das quais duas vão se classificar para a rodada com 32 equipes. Daí em diante, seria uma disputa tradicional de mata-mata.


Os anfitriões do torneio de 2026 serão decididos em maio de 2020. A Concacaf, que representa as Américas Central e do Norte e o Caribe, é vista como forte concorrente, e pode apresentar uma proposta conjunta entre EUA, Canadá e México.


O novo formato do torneio vai aumentar o número total de partidas de 64 para 80, mas Infantino afirmou que isso demandaria o mesmo número de dias e de estádios que se tem atualmente.


“Este formato pode ser jogado exatamente no mesmo número de dias que temos hoje, 32, e a equipe vencedora jogará o mesmo número de jogos, sete, assim como hoje, e o número de estádios seria o mesmo, 12, como hoje”, disse.


Críticos dizem que a Fifa está mexendo com uma fórmula vencedora. A Copa do Mundo do Brasil foi amplamente considerada como uma das melhores dos 87 anos de história da competição, com resultados surpreendentes, episódios dramáticos e bons desempenhos de seleções.


Uma das preocupações é que o novo formato tornaria a fase de grupos uma etapa para se evitar a eliminação, encorajando jogos mais feios. Infantino disse ainda não estar decidido se cobranças de pênaltis podem ser utilizadas para decidir um empate nas partidas de grupos.


As eliminatórias, por outro lado, devem se tornar uma mera formalidade para muitos dos times mais fortes.


O número de vagas extras para cada confederação continental e o formato para as eliminatórias serão decidido em uma data posterior, de acordo com o presidente da Fifa.


Equipes que nunca se classificaram incluem 41 dos 54 membros africanos da Fifa, e 10 de 11 membros da Oceania.


A associação de clubes europeus ECA, que representa mais de 200 times do continente --dos quais a maioria reclama de ter que liberar seus jogadores para jogos de seleções--, disse que a decisão de ampliar o Mundial foi tomada por "razões políticas em vez de esportivas" e "sob considerável pressão política".


A primeira Copa do Mundo da história, em 1930 no Uruguai, teve apenas 13 equipes e 17 partidas. Dezesseis equipes participaram em 1934, e mais oito foram acrescentadas de 1982 em diante, chegando, finalmente, a mais oito em 1998.


Foto: Reuters
Presidente da Fifa, Gianni Infantino

Compartilhe
Comentários
Shopping
1 ano
26 edições
= 4.500 ienes
ASSINE A
REVISTA
RECEBA SEM SAIR DE CASA
PARTICIPE DE TODAS AS NOSSAS PROMOÇÕES
qr code alternativa
Telefone
050-6860-3660
Fax
03-6383-4019
Nippaku Yuai Co., Ltd.
〒151-0072
Tokyo-to Shibuya-ku Hatagaya 1-8-3
Vort Hatagaya 8F