Outras Edições

Blog Carros e automobilismo

Sochi e a Rússia deram uma lição ao Brasil

A pergunta que fica no ar é: Será que um dia aprenderemos a lição?

Por Daniel Gimenes - 17/03/2017 - Sexta, 20:15h

Em 2007, o Brasil teve a honra de sediar os Jogos Pan-Americanos na cidade do Rio de Janeiro. Este foi o primeiro dos grandes eventos esportivos que nosso país iria receber em nove anos, seguido da Copa do Mundo da Fifa que aconteceu EM 2014, e as Olimpíadas de Verão, que como todos sabem, teve a cidade do Rio de Janeiro como sede amo passado. Com a Rússia acontece fenômeno semelhante, com o país tendo recebido os Jogos Olímpicos de Inverno em 2014, e receberá a próxima Copa do Mundo em 2018. Sochi está no centro de tais eventos, com o acréscimo de uma corrida de Fórmula 1 em um circuito projetado em meio às instalações olímpicas. E é exatamente aí que Sochi dá uma lição para nossos políticos, promotores e demais administradores.

 

                No Brasil, a área do autódromo Nelson Piquet, localizado em Jacarepaguá, no Rio de Janeiro, foi utilizado para servir às instalações dos Jogos Pan-Americanos em 2007, o que fez com que o autódromo fosse descaracterizado em diversos setores, incluindo um encurtamento da pista considerável, o que relegou um traçado desafiador e amado por pilotos do mundo inteiro, a uma “pistinha” sem graça e charme algum. Não bastasse o que ocorreu para os jogos de 2007, o autódromo carioca terminou de ser destruído para a ampliação das estruturas esportivas que deram suporte aos jogos olímpicos de 2016. Foi de cortar o coração ver as desafiadoras curvas, arquibancadas e torre de controle simplesmente sumirem, entre uma marretada e outra.

 

Jacarepaguá destruído para receber as obras das Olimpíadas - Foto: Reprodução

 


                A indignação foi imensurável dentre a comunidade automobilística, pois o autódromo gerava empregos, não só em suas instalações, como também de mecânicos, preparadores e demais profissionais que, infelizmente, viviam do automobilismo no Rio de Janeiro. Gerou desemprego, e cortou uma importante receita que era gerada com diversas etapas das muitas categorias que corriam na pista carioca. Nem vou me alongar com as categorias nacionais que por lá competiam, vou me ater às categorias internacionais que no local escreveram belas páginas, inclusive de vitórias de pilotos brasileiros: Fórmula 1, Fórmula Indy e Moto GP. Aliás, o autódromo carioca foi um dos poucos no mundo a ter recebido as três categorias.

 


                Sochi nasceu como um complexo esportivo para jogos olímpicos, e com um projeto de autódromo por entre as instalações, o que foi muito bem aproveitado pelo governo como propaganda governamental. O pior de tudo não foi apenas o fato de termos tomado um tapa na cara dos russos, mas termos tomado um tapa desferido por Vladimir Putim. Isso sim é motivo de enorme preocupação.

 

Sochi, bela, moderna, e aliou jogos com automobilismo, sem prejuízo de nenhum deles. Foto: Reprodução

 

Apesar dos pesares, gasolina na veia galera!

Compartilhe
Comentários
1 ano
26 edições
= 4.500 ienes
ASSINE A
REVISTA
RECEBA SEM SAIR DE CASA
PARTICIPE DE TODAS AS NOSSAS PROMOÇÕES
qr code alternativa
Telefone
050-6860-3660
Fax
03-6383-4019
Nippaku Yuai Co., Ltd.
〒151-0072
Tokyo-to Shibuya-ku Hatagaya 1-8-3
Vort Hatagaya 8F